Arquivo da categoria: Isa

Dicas & macetes

Com os muitos anos de estudo nas costas, madrugadas perdidas e monitoria atrás de monitoria, aprendemos truques que levam a fixar melhor a matéria mais complicada e virar um mito nas que tem facilidade. É sobre isso que vou falar hoje!

– 1° PERSISTÊNCIA: Desistir não é uma opção. Eu, por exemplo, tenho muita dificuldade com física e  matemática, para  aprender bem o menor conteúdo que seja preciso de horas a fio tentando e  tentando, caso contrário nada feito. Diferente de  história, leio uma vez e consigo fixar tudo que li. Mas  isso é extremamente normal. Ninguém que passa no vestibular sabe  tudo! Não se preocupe em ser ‘O  cara’ nas matérias que tem dificuldade, no entanto se esforce para fazer o melhor que puder  e obter o  melhor resultado. Desistir de matemática e física, no meu caso, pode me tirar a vaga tão sonhada!

– 2° CONCENTRAÇÃO: Cada um tem seu método, mas é importante que você encontre o seu! Eu só  consigo estudar com 100% de silêncio, local arejado, mesa e cadeira confortáveis e muitas fontes. NÃO  SE PONHA A PROVA! Se você sabe que não funciona estudar em frente a tv ou computador, não faça isso. Não estou dizendo que com todos é assim, é só um exemplo de pontos fracos que podem te prejudicar!

– 3° LEMBRETES: Eu sempre falo que um vestibulando deve estar armado de todas as bugigangas que a papelaria pode oferecer. No meu ‘cantinho do estudo’ colei uma cartolina gigante onde colo post its com fórmulas, frases que me fazem lembrar o conteúdo estudado e etc. Todos os dias leio todos os papéis pregados lá e relembro o que estudei até agora! Além disso, pela casa inteira tem post it. Na tela do computador, no banheiro, tabela periódica em cima da minha cama, uma loucura, eu sei! Mas tem me feito fixar melhor o conteúdo.

– 4° EXERCÍCIOS: Matemática, Física, Química, Gramática são matérias que não se aprende só lendo. Faça muitos exercícios, resolva muitas provas (muitas mesmo). Quanto mais provas você fizer melhor, pois vai pegar macetes de como resolver, o que cai em determinado vestibular e etc.

– 5° SAÚDE: Cuide da sua alimentação. Não adianta nada você estudar 18hrs por dia e não dormir bem, não se alimentar direito. Você pode até aguentar por um tempo, mas certeza que não dura até o final do ano! Fica aquilo que estamos cansados de ouvir: mais valem 4hrs bem estudadas que 10 mal aproveitadas. –

– 6° ASSOCIAÇÕES: Contei pra galera da VDM algumas coisas que faço pra me lembrar de palavras difíceis e todos riram de mim e me zuaram bastante. Musiquinhas, frases bobas, tudo é válido! Uma coisa que sempre faço: assim que pego a prova do vestibular, anoto todas as musiquinhas, formulas e etc que tem na minha cabeça, afinal, durante a prova é fácil ficar nervoso e se esquecer de tudo! Comigo essa técnica funciona bem.

Por último e não menos importante: ACREDITE EM VOCÊ! Seu pai, seu tio, seu primo, amigo, irmão nunca vão crer 100% que você é capaz! Essa confiança tem que vir de você, que é completamente capaz de conquistar uma vaga na universidade que escolher. Faça o melhor durante o ano todo, talvez seja suficiente, talvez não. Mas confie que vai dar tudo certo, afinal, tudo tem seu tempo determinado e a sua hora também vai chegar! O vestibular é uma grande fila, uma hora sua vez chega. Esteja preparado pra quando a sua vez chegar! 😉

Anúncios

Sem título

Meu dia postar na verdade é sexta-feira. Perdoem – me pela negligencia, mas a minha vida está uma loucura e eu NUNCA, nunca mesmo lembro o meu dia certinho.

Hoje não tem título, não tem porque não encontrei nada que se aproximasse com as coisas que decidi escrever hoje. É uma mistureba louca que talvez não faça sentido nenhum, ou faça todo sentindo, enfim, vamos lá?

Quando assumimos o compromisso de realizar um sonho, tendemos a não pensar nas consequências que teremos de arcar durante a caminhada. É abrir mão de tantas coisas, que só com muita força de vontade seremos capazes de chegar ao objetivo final! Levantar a cabeça, estufar o peito e encarar o mundo. Quando digo MUNDO, é mundo mesmo! Papai, mamãe, titia e papagaio. Parece que quanto mais determinados estamos, mais doloroso é.

Vi certa vez no youtube um vídeo que um cara, Miguel Nicholelis, falava sobre os nossos sonhos impossíveis. Ele disse algo que me marcou profundamente: “As pessoas tem medo de quem sonha com o impossível, pois existe uma parcela de chance do sonho dela ser realizado e se ele é, contamina outro sonhador que pensa – bem, se ele conseguiu, eu também consigo.” Acredito que é bem por aí. Não é todo mundo que tem coragem, que tem peito pra encarar as consequências de seus sonhos! Minha mãe, por exemplo, teve muitos sonhos quando jovem – nenhum realizado. Ela me diz o tempo todo o quanto preciso ser pé no chão, preciso trabalhar, preciso isso e aquilo. Não, eu não preciso!

Eu tenho tudo o que preciso e o que tenho é suficiente para viver o momento “X”!

Se entregar a cada momento com intensidade, extrair o máximo de cada situação, aprender coisas novas, se dedicar às pessoas que amamos não significa estacionar a nossa luta diária para construir pontes e o que queremos ser daqui a alguns anos, talvez.

O tempo corre, é verdade, mas a falta dele em nossas vidas se dá por ausência de dedicação, trabalho e perseverança!  

“Que a conquista venha com naturalidade a toda obra cumprida na sinceridade.”


E quando bate o desespero?

Hoje, refletindo sobre minha situação como VDM, senti muita vontade de escrever esse texto. Esse primeiro semestre de 2011 não vou fazer cursinho, na verdade vou ter que conciliar sozinha meus estudos com o curso de serviço social. Não sou disciplinada, não sou a melhor em exatas, muito menos a mais persistente.

Fiquei pensando sobre como enxergamos apenas obstáculos no caminho. Está certo que as circunstâncias não são as mais favoráveis pra mim e talvez pra você também não, mas acredite, você consegue chegar longe com o que tem em mãos! Me acostumar com a derrota é renegar quem eu sou! Os dias vão passando, a hora de apertar os cintos é AGORA, o momento sempre foi o HOJE.

Aprendi que ao invés de reclamar, de por defeito, tenho que tentar fazer o melhor com o que possuo e se o melhor não for suficiente, o IMPOSSÍVEL!

Decidi fazer medicina, minha vida inteira não só antes de passar no curso, durante a graduação e depois na hora de exercer a profissão vai ser um desafio impossível atrás do outro. Assumir esse compromisso não é pra qualquer um! Se minha mãe ou meu irmão não me admiram, eu sinto muito por eles, eu tenho orgulho de mim! Por não ter desistido, por persistir, por escolher correr o risco, por nem olhar para os lados, nem cogitar desistir!

Não me sinto pobre coitada por não ter acesso as melhores aulas. Eu tenho as melhores apostilas em casa, tenho internet, tenho força de vontade, isso é um privilégio!

Creio que quando começamos a enxergar o quanto somos agraciados por ter pontos positivos para a nossa aprovação mesmo em meio a um milhão de contras, tudo fica mais fácil, mais prazeroso. É fácil reclamar depois que nada deu certo, que você frequentou o cursinho durante todo o ano, fez todos os exercícios, abriu mão de saídas com os amigos.

A questão é: até que ponto se deve abrir mão? Existe limite para seu sonho? Existe algo que você jamais faria para alcança-lo? Eu sou do time que existe SIM um milhão de coisas que me fariam abrir mão da medicina! No entanto, agora na minha vida e talvez também na sua, não há nada relevante que me faça abaixar a cabeça e querer desistir! Críticas vou ouvir até o fim da vida, dificuldades então…

Mas vou te contar Eu tenho um sonho! E digo mais… eu viro o mundo de ponta cabeça, mas realizo esse sonho!

Fazer o IMPOSSÍVEL acontecer, essa é minha meta para 2011!


Medicina: ame-a ou deixe-a

Viver requer mais sabedoria e dedicação do que de fato estou disposta a doar.

Cada momento da minha vida é marcado por uma série de desafios que só de pensar me sinto cansada. Preciso e quero vencer cada obstáculo, mas sinceramente, as coisas poderiam ser mais fáceis, só pra variar um pouquinho!

Sou extremamente intensa, nos sentimentos, nas coisas que faço. Tudo o que almejo tenha certeza que vou conquistar, não sou menina de palavras e sim de atitudes.

Tudo na teoria é mais bonito, se você se esforça – alcança; quem planta – colhe. Porém, esquecem  de informar que nesse hífen que separa essas duas palavras existe um milhão de coisas que vai te puxar pra baixo, que vai te fazer querer desistir e aí entra em ação aquilo que todos nós temos no fundinho da alma, bem guardado em um embrulho carinhoso, a palavrinha mágica que traz brilho aos olhos: esperança! Que quando combinamos com perseverança e ação faz as coisas acontecerem.

Eu tenho um sonho, mas não sonho de criança quando você vê alguém e certamente se espelha nela. É sonho de quem amadureceu e entendeu mais um pouquinho sobre a vida, de quem acredita que o impossível não existe e que quanto maior a muralha, mais divertido! Afinal, quem não gosta de escalar?

Quero ser médica. Não decidi da noite para o dia, mas também não digo que sempre quis. É um daqueles estalos que te dá na madrugada e que você não consegue explicar como, nem porquê mas ele faz todo sentido! É como se nenhuma outra coisa se encaixasse na minha vida. O meu pensamento de todos os dias tem sido “Medicina, como não te vi antes?”. Há quem chame de loucura, eu gosto de chamar de decisão.

E é essa decisão que me faz querer abrir os olhos todos os dias cedo,  pular da cama, pegar meus livros e passar horas a fio estudando! Já não sinto tanto por não sair com frequência, abrir mão de algumas coisas, estar a sós com meus livros é quase que prazeroso hoje em dia. Não me considerem abitolada por isso, mas é que saber que estou trabalhando para alcançar o meu sonho é algo realmente prazeroso.

Sinta alegria por isso, não tenha os seus estudos como um fardo a carregar, porque não é! É um privilégio. Quanto mais rápido você perceber isso, mais fácil fica. Afinal, pelo menos eu acredito nisso, se faz ainda melhor o que se ama e se você ama os seus estudos, certamente fará o melhor!

Isa Mariah